PAIXÃO

De onde vem o grande amor de sua vida?

Claro:

– Da paixão…

Mas o comportamento da paixão tende a ser usualmente estranho:

– Pois ninguém sabe direito de onde exatamente ela vem.

E ela aparece quando menos se espera.

Paixão tem sim um pouco de razão…

Mas tem muito mais a ver com emoção.

Paixão nem sempre se encontra quando se procura…

E muitas vezes aparece quando não se está preparado para ela.

Afinal, o que significa paixão?

Um sentimento de desejo…

Desejo de obter o que se tornou imprescindível na vida.

E o que pode se tornar imprescindível na vida de uma pessoa?

Qualquer coisa que desperte nela seus sentimentos…

Pode ser qualquer coisa:

– Uma casa;

– Um emprego;

– Um carro;

– Uma profissão;

– Uma chácara;

– Um diploma;

– Um sítio;

– Uma carreira;

– Uma fazenda;

– Um amor…

Paixão nos leva da depressão ao delírio – não necessariamente nessa ordem…

Pois quem a sente não possui qualquer possibilidade de controle sobre seus efeitos.

Paixão é uma droga…

A droga mais antiga do mundo.

Por paixão, qualquer pessoa pode se atrever a fazer coisas que jamais faria na vida…

Se não estivesse apaixonado.

E estar apaixonado é tudo o que todos procuram na vida.

Só a paixão é capaz de levar alguém a atingir o verdadeiro sentido da vida.

Que é o de buscar a felicidade.

É a felicidade que se busca.

E o que significa felicidade?

Algo que justifique a vida – ou pelo menos um instante…

Numa viela…

Numa rua…

Numa praça…

Num palácio…

Numa mansão…

Numa casa de sapé…

Paixão é a única coisa que justifica a vida – ao dar uma razão para viver…

A qualquer pessoa:

– Santos Dumont;

– Thomas Edison;

– Alan Turing;

– Charles Darwin;

– Benjamin Franklin;

– James Cook;

– Neil Armstrong;

– Alexander Fleming;

– Albert Einstein;

– Jesus Cristo…

Mas não importa qual seja a paixão na vida de uma pessoa.

O que importa é que de sua obra, ao menos duas pessoas sobre a face da Terra tenham a perspectiva de alcançarem a plenitude de sua existência – a verdadeira essência do amor.

Que é, em última análise, nossa única razão de viver.

Afinal, a razão maior da vida de qualquer pessoa sempre será procurar ser feliz…

 

***

“A paixão sem razão é cega; a razão sem paixão é inativa.” (Baruch de Spinoza)

 

Comentários: