OLHAR 43

Olhar só não basta – é preciso ver.

E pra você eu deixo apenas…

O meu olhar 43, aquele assim…

Meio de lado, já saindo…

Indo embora, louco por você…

Há quem ouça – e não escute…

Há quem fale – e não diga…

Há quem olhe – e não veja…

Se o outro vai te ouvir ou vai te escutar isso nem sempre se sabe; afinal falar todos falam – difícil é saber quem tem algo a dizer…

Mas todos têm a opção de escolher entre o que dizer e como dizer…

Há um sem número de idéias permeando a cabeça das pessoas, diariamente, independentemente de sua condição social, racial, econômica, financeira, política, religiosa, de gênero…

E muitas dessas idéias simplesmente não são expostas por conta dos receios que certas pessoas têm em manifestá-las.

Afinal, não é fácil para ninguém assumir um posicionamento sem levar em conta as consequências dessa sua atitude.

Que muitas vezes poderão variar desde a concordância dissimulada…

Até a reprovação hostil.

Vivemos numa época em que não há quaisquer garantias sobre qual pode ser a reação das pessoas diante de uma situação considerada por elas próprias como sendo inusitada e, portanto, inesperada.

Elas tanto podem achar graça de uma sugestão de assédio atabalhoado…

Quanto se ofender diante de uma declaração de amor explícita.

Talvez isso ocorra por conta do condicionamento robotizado das pessoas, que foi potencializado enormemente pela internet – onde quase tudo o que se faz é clicar e… Olhar…

Só que olhar não significa necessariamente uma ação de reflexão.

Pelo contrário, olhar significa buscar se familiarizar com o cenário  (os elementos visuais que compõem o contexto ao redor), e procurar por sinais que ajudem na interpretação dos atos, dos fatos e, principalmente, do contexto que os cercam…

Nem sempre vale a pena o desgaste psicológico de se procurar por palavras para tentar definir uma idéia, uma percepção, uma sentimento, na tentativa de ser o mais honesto possível para quem as ouve.

Muitas vezes um olhar poderá dizer muito mais do que inúmeras palavras poderiam dizer – mas só para quem estiver disposto a ver o real significado de um olhar…

 

***

“Nas coisas grandes, os homens se mostram como lhes convém; nas pequenas, como são.” (Nicolas Chamfort)

 

Uma resposta para “OLHAR 43”

  1. João Chiappa disse:

    Caro Vito, poucas palavras, muito significado. Olhar, mesmo, nos olhos é difícil, fundo. Nessa época do RPM o nosso Rock dizia muita coisa interessante Cazuza, Renato Russo, Lobão… Acho que olhávamos mais nos olhos das pessoas e do mundo. Ficamos meio míopes depois, não? Será que ainda conseguimos enchergar de novo?

Comentários: