VIDA PESSOAL OU PROFISSIONAL?

Vida pessoal ou profissional: qual a mais importante para sua carreira?

A certa altura, algumas pessoas param para fazer um balanço acerca de como anda sua vida; uma reflexão pessoal sobre o que realizaram até então (realidade), em comparação com o que gostariam de ter realizado (projetos).

Não se trata de uma tarefa fácil – principalmente do ponto de vista psicológico. Isso porque, na maioria das vezes, nem sempre a realidade caminhou pari-passu aos projetos – aliás, para a maioria das pessoas. Fazer esse balanço pode gerar nessas pessoas um certo sentimento de vazio, de frustração, e até mesmo de angústia. 

E é por isso que muitas pessoas, ao longo de sua vida, não param para fazer esse balanço. 

O que é uma pena para elas – em dois sentidos.

No primeiro, por se limitarem a não refletir – quando não se pára para refletir, a tendência é tudo continuar seguindo como sempre seguiu…

No segundo, por pensarem que não há alternativas – quando não se pensa em alternativas, não há como enxergá-las quando estiverem à frente…

O problema não está em se fazer essa reflexão – mas sim nos parâmetros que muitas pessoas adotam quando, na maioria das vezes, ela é feita.

Se, ao fazer essa reflexão mesmo entendendo que não teriam realizado seus projetos, as pessoas refletissem também sobre os “três passos de essenciais na reflexão sobre a vida”:

– Profissional – “tudo bem, ainda não fui promovido” (a gerente, diretor, ou o próximo nível que seja) mas continuo tendo tempo livre para a família, os amigos e para mim mesmo…

– Pessoal – “de que valeu aquele curso de idioma estrangeiro no exterior?” Valeu para abrir a mente, para entender uma outra cultura, aprender a ser mais tolerante… E falar outro idioma…

– Espiritual – reconhecer que na vida “nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia…” é um passo imprescindível na autoconscientização; mas, mais importante ainda, é se autocondicionar mentalmente de que se não será igual, não quer dizer que será pior – e que pode ser que o melhor ainda pode estar por vir…

Balanço de vida todos devemos fazer toda hora, todo dia, a qualquer tempo.

Vida pessoal…

Vida profissional… 

Vida espiritual… 

E, com base nessas reflexões, tomar uma decisão!

Decisões são tomadas todos os dias, por todas as pessoas – o importante é focalizar e repetir aquelas que melhoram sua vida, principalmente sua vida pessoal, que são aquelas que vão levá-lo ao destino de sua vida…

***

“Quem age segundo o manual nunca age primeiro.” (Ciro Pelicano)

 

Comentários: