STROGONOFF DE FRANGO

Strogonoff de frango:

– Tenha método; tenha cuidado; tenha fé…

A mais realista tradução da gastronomia sobre o que significam os négocios.

Eis os ingredientes da receita gastronômica – e seus equivalentes no mundo dos negócios:

– Óleo – a dificuldade de se comunicar com seu entorno;

– Cebola picada – os desvios de atenção;

– Frango em cubos – o empreendedor, entre a realidade e o sonho;

– Sal – aqueles que acham que tudo sempre vai dar no mesmo;

– Molho de tomate – as armadilhas pelo que parece ser trivial;

– Catchup – o palpite de quem não quer seu sucesso;

– Mostarda – o palpite de quem quer seu fracasso;

– Champignon – aqueles que não estão nem aí com o frango;

– Creme de leite – o Estado, aquele ente que domina o imaginário das pessoas por supostamente ter sido criado para fomentar o bem comum de seus membros, mas que só sabe impregnar tudo com barreiras, entraves, desvios, anomalias e burocracias, fazendo qualquer empreendedor patinar, sempre com o objetivo de seu controle total e inequívoco sobre tudo e todos…

E então, o que achou?

Gostou da receita?

Se gostou, curta.

Se não gostou, reflita:

– Alguma vez ao longo de sua vida você parou para pensar se o frango gosta de ser comido?

Pois é exatamente esta a realidade do mundo dos negócios:

– Uma receita em que se os ingredientes não forem bem dosados, não serão bem digeridos..

E receitas são como negócios – cada um entra com os ingredientes que tem…

***

“Todos os negócios que nos propõe são maus, porque se fossem bons não nos proporiam.” (André Maurois)

 

Comentários: