QUAIS SÃO AS PROFISSÕES DE E COM FUTURO

PROFISSÃO: ano novo… Carreira nova?

Em matéria de 11/07/2013. a “Exame.com” publicou uma relação com o sugestivo título de “20 profissões de e com futuro, segundo especialistas”.

A lista de profissões de e com futuro refere-se a profissões que, segundo a matéria, vão ganhar destaque daqui a “10 anos” – e que estariam “intimamente ligadas às tendências econômicas e sociais projetadas por especialistas e estudiosos”.

Quais seriam essas profissões de e com futuro?

1. Gestor de ecorrelações;

2. Gestor de resíduos;

3. Engenheiro ambiental;

4. Engenheiro civil;

5. Engenheiro de petróleo e gás;

6. Engenheiro hospitalar;

7. Bioinformacionista;

8. Técnico em telemedicina;

9. Conselheiro de aposentadoria;

10. Gestor de qualidade de vida;

11. Coordenador de desenvolvimento da força de trabalho;

12. Gestor de treinamento de varejo;

13. Gestor de operações e logística;

14. Gestor de inovação;

15. Gestor de marketing para e-commerce;

16. Gestor de comunidade;

17. Especialista em cloud computing;

18. Gestor de big data;

19. Advogado societário;

20. Advogado tributário.

Não sei se por convicção, ou constrangimento, a lista das profissões de e com futuro até traz algumas alternativas “educacionalmente viáveis” – por exemplo, advogado (societário, tributário), engenheiro (civil, ambiental).

Porém, no geral, essa lista de profissões de e com futuro se propõe a relacionar profissões cuja viabilidade atual de formação acadêmica relevante para o currículo de qualquer profissional é, no mínimo, duvidosa.

Afinal, alguém poderia me indicar um curso universitário apto a formar um “gestor de big data”? Ou um “gestor de comunidade”? Ou ainda um “especialista em cloud computing”?

Talvez, para variar, eu esteja sendo muito exigente (ranzinza?)…

Mas, enquanto não me apresentarem esses cursos vou registrar minha sugestão de lista de profissões com passado, futuro e, principalmente, presente: pois, daqui a 10 anos, quem não tiver trabalho de hoje até lá, só DEUS sabe se essa pessoa ainda terá como sobreviver.

5 profissões onde os especialistas possuem formação acadêmica consagrada – ou será que já dá abrir mão desses profissionais?

1. Contador;

2. Engenheiro;

3. Médico;

4. Dentista;

5. Advogado…

Ah, não há nada inovador nessas profissões, né… Para você ver como são as coisas!

Mas inovação vem sim, na lista abaixo, inspirada pelas necessidades da realidade presente.

Profissões onde seus especialistas não têm qualquer formação acadêmica, como premissa.

E ainda ninguém sabe como abrir mão desses profissionais:

1. Serralheiro;

2. Pedreiro;

3. Carpinteiro;

4. Marceneiro;

5. Eletricista;

6. Vidraceiro;

7. Pintor;

8. Sapateiro;

9. Alfaiate;

(E, por último, mas não menos importante)

10. Domésticas…

Todo mundo que tem de lidar com o dia a dia do mundo real sabe o quanto tem sido penoso contratar profissionais dessas áreas, não só pela dificuldade de identificar bons profissionais, mas também pela própria escassez.

Já há no mercado pedreiros, pintores e serralheiros ganhando por mês salários maiores que muitos pagos por grandes multinacionais em seus programas de trainees – muitas vezes mais que o dobro.

A “Exame.com” não está errada em sua matéria, longe disso: errado está o raciocínio da sociedade atual, quando ela desmerece com suas atitudes aqueles que segundo o pensamento dominante não exercem atividades “glamourosas”, desestimulando jovens a ingressarem nelas, esquecendo que em todo avião sempre há um “piloto”.

Que sendo minimamente profissional jamais decolará seu avião se não estiver com seu “copiloto”.

***

“Ache um trabalho que goste – e acrescente 5 dias por semana.” (H. Jackson Brown)