PRIMEIRO EMPREGO

O melhor primeiro emprego na vida de qualquer pessoa será sempre aquele que viabilize sua entrada no mercado de trabalho.

Um mercado onde a competição estará sempre em primeiro plano – e onde nem sempre os competidores estarão em igualdade de condições. 

Objetivamente, o que uma pessoa deveria esperar do primeiro emprego? 

Nada muito além de ser capaz de pagar pelas mais singelas despesas de seu dia a dia como empregado:

– Transporte;

– Almoço…

Não necessariamente nessa ordem.

O melhor primeiro emprego para qualquer pessoa que almeje um dia se tornar um profissional em alguma área de atuação será sempre aquele que lhe dê um sustento básico, ainda que mínimo, e aí então tentar chegar a algum lugar.

Ou, pelo menos, para sair de onde está – para tentar chegar onde quer chegar.

E onde está alguém que procura pelo primeiro emprego?

Está, efetiva e inequivocamente em… Lugar nenhum!

Quem procura pelo primeiro emprego, ainda:

– Não tem status;

– Não tem referências;

– Não tem experiência;

– Não tem nada!

Imagine alguém que nunca trabalhou buscando um primeiro emprego que já lhe garanta status.

Imagine alguém que nunca trabalhou sendo questionado por referências – a opinião do pai ou da mãe não valem no mundo corporativo.

Imagine alguém procurando pelo primeiro emprego e que não possui experiência profissional sobre nada.

E então, o que resta a quem procura qual o melhor primeiro emprego?

Resta ter a consciência de admitir a realidade:

– A vida profissional é uma selva.

E quando se vive na selva não se escolhe o que se vai comer olhando para um cardápio, mas sim procurando por alimentos que estejam disponíveis – independentemente de preferências!

Pois quando se está na selva, o único objetio importante é matar a fome.

Qualquer orientação diferente disso (não importa se de familiares, amigos, ou mesmo headhunters) será, no mínimo, forçada, enaganosa, e algumas vezes simplesmente desonesta!

A pior das situações que se pode criar para alguém que esteja procurando pelo primeiro emprego é plantar expectativas que jamais serão possíveis de serem concretizadas num curto prazo – e o princípio básico que norteia a vida de quem é honesto é jamais se dar o direito de enganar aos outros!

– Cientista?

– Consultor empresarial?

– Contador?

– Piloto de avião?

– Médico?

Quem é que consegue, de “prima”, logo na primeira tentativa, exercer essas funções no mercado de trabalho em posição de destaque, quando nem sequer faz parte dele?

Qual o melhor primeiro emprego?

Aquele que puder levar uma pessoa a dizer depois desse emprego que faz parte do mercado de trabalho!

E como se chega a algum deles?

Procurando VAGA

***

“A taxa de desemprego é de 100% se é você que está desempregado.” (David L. Kurtz)

 

Comentários: