HISTÓRIA

Histórias: quando se escuta o passado, torna-se mais viável enxergar o futuro.

O que significa História? O registro sistemático do passado.

Para quê?

Para não se correr o risco de se fazer as mesmas besteiras que alguém já fez.

E também para aprimorar os progressos atingidos por alguém que atingiu o sucesso em uma empreitada.

Por exemplo:

– Alguém, no pleno exercício de suas faculdades intelectuais, acha que Pedro Álvares Cabral foi o único navegante português a se aventurar pelo oceano atlântico, em busca de novas rotas, novas terras?

Pois saiba que não só ele não foi o único…

Como foi um dos poucos a chegar a “algum lugar”!

Muitos morreram antes dele.

E por quê?

Porque não tiveram a oportunidade de considerar o histórico de seus antecessores.

Foram ingênuos?

Foram imaturos?

Foram pretensiosos?

Claro que não! Nada disso – criticá-los agora seria simplesmente a mais completa manifestação de ignorância histórica.

Pois naquela época, as possibilidades de avaliação de tentativas passadas eram muito difíceis.

Estatísticas?

Em pleno ano de 1.500?

Me poupe!

Só quem não tem uma mínima percepção do contexto histórico da evolução da humanidade poderia considerar qualquer uma dessas alegações – ingenuidade, imaturidade, pretensão…

Pois se tratam de características que qualquer um que tenha o objetivo de alcançar o sucesso em sua atividade deve ter.

Qualquer um!

Não importa sua área de atuação:

– Física;

– Química;

– Biologia;

– Engenharia;

– Direito;

– Economia;

– Administração;

– Contabilidade;

– Publicidade;

– Comunicação…

O conhecimento do passado é imprescindível para que as pessoas possam tentar entender o porquê as coisas estão como estão, e procurar por alternativas que viabilizem o sucesso – seu sucesso.

Por isso é importante conhecer a história.

Sem esse conhecimento, não se há como ser capaz de diferenciar quando o que se ouve são histórias ou estórias…

Afinal, se Hitler tivesse efetivamente aprendido as lições da história, jamais teria tentado invadir a Rússia durante o inverno.

Pois ele saberia que a história já tinha registrado esse fracasso – Napoleão que o diga.

Já no caso de Hitler, graças a DEUS, ele nunca se interessou em ouvir histórias…

Por que é importante ouvir histórias? Para ao conhecê-las refletir sobre seu contexto e tentar evitar cometer os mesmos erros que outros já cometeram.

E isso vale tanto para assuntos que se referem à administração de uma nação quanto a assuntos que se referem à simples rotina do dia a dia de um mero aldeão.

Pois história não é cemitério: é maternidade…

***

“História nos ensina os erros que vamos cometer.” (Laurence J. Peter)

 

Comentários: