HUMANO

A natureza do ser humano não tem a ver com “para onde se vai”: ela já foi determinada por “de onde se veio”.

A magnitude do significado do que seja natureza é tão grandiosa que não se resume apenas a aquilo que ocorre no nosso entorno: ela inclui o que se passa dentro de nós…

Por isso cada um de nós manifestará sempre em cada uma de nossas atitudes a essência da natureza – de nossa natureza.

Eles se entreolharam fixamente, analisando-se mutuamente, com o objetivo claro de tentar identificar qual seria a fraqueza de seu oponente – e que pudessem melhor explorar naquele embate, que nada mais era do que o corriqueiro exercício do maior desafio de qualquer ente da natureza em seu dia a dia: sobreviver…

E o ambiente ao redor não dava pistas sobre quais poderiam ser as conseqüências daquele embate, já que sob um ponto de vista meramente físico, cada um deles parecia estar suficientemente preparado para o que desse e viesse.

Ágeis como uma águia – só esperando o melhor momento para o vôo rasante.

Tranqüilos como uma tartaruga – só esperando o melhor momento para o deslanche.

Arrogantes como um leão – só esperando o melhor momento para o urro.

Desconfiados como uma zebra – só esperando o melhor momento para a disparada.

Sorrateiros como um rato – só esperando o melhor momento para a fuga.

Frios como um gato – só esperando o melhor momento para o ataque.

Confiantes como um cão – só esperando o melhor momento para a diversão.

Imponentes como um elefante – só esperando o melhor momento para o relaxamento.

Calculistas como uma cobra – só esperando o melhor momento para o bote!

Naquela selva não faltava sapo – e muito menos escorpião.

Também não faltava pulga, percevejo e carrapato!

Mas a natureza de cada um era clara: procurar manter suas próprias habilidades em compasso de espera, sem alardeá-las como um papagaio – para que pudessem ser efetivas em termos de resultado, quando aplicadas.

E era com esse sentido de natureza que possuíam que tornava tão emblemático aquele embate: na natureza nenhum ser é onipotente – ninguém sempre se é caça, muito menos sempre caçador!

Um rato é onipotente até encontrar um gato!

Um gato é onipotente até encontrar um cão!

Um cão é onipotente até encontrar uma zebra!

Uma zebra é onipotente até encontrar um leão!

Um leão é onipotente até encontrar um elefante!

Um elefante é onipotente até encontrar um rato…

O que significa natureza:

– Um ambiente selvagem, sem qualquer tipo de comodidade, onde cada ser procura fazer o que for necessário para se manter vivo – e justamente por conta disso sempre lutando contra todos seus desafios.

Desafios criados por quem?

Pela própria natureza…

***

“Na natureza não há recompensa nem punição: somente conseqüências.” (Horace Annesley Vachell)

 

Comentários: