O QUE SIGNIFICA CAPITAL DE GIRO

Capital de giro: o dinheiro disponível para fazer com que um negócio se mantenha ativo independentemente das receitas que sejam auferidas – ou outras fontes de financiamento das operações, tais quais como empréstimos bancários.

Num sentido prático, capital de giro significa simplesmente o que existe de dinheiro para pagar contas do dia a dia das operações de qualquer um – seja uma pessoa física ou uma gigante multinacional:

– De água;

– De energia;

– De telefone;

– De aluguel;

– De fornecedores;

– De impostos…

E de tantas outras mais que pululam exacerbadamente na condução de qualquer negócio.

Capital de giro pode ser representado em termos matemáticos como sendo o resultado de uma simples equação:

– Ativo circulante [-] Passivo circulante.

Onde:

– Ativo circulante representa os recursos disponíveis para utilização a curto prazo; e,

– Passivo circulante representa as obrigações a serem necessariamente cumpridas dentro do mesmo prazo.

Então, vamos lá:

– Em 30 dias (um período aleatoriamente determinado para fins didáticos) uma pessoa (ou empresa) espera ter como recursos (ainda que não disponíveis hoje) R$ 100.000,00;

– Nesses mesmos 30 dias (o mesmo período de avaliação), uma pessoa (ou empresa) tem de necessariamente honrar o pagamento por dívidas no valor de R$ 120.000,00.

Nessas circunstâncias, qual seria o capital de giro dessa pessoa (ou empresa)?

Seria simplesmente?

– Nenhum…

Aliás, não só não seria nenhum como seria negativo – pois ao final dos 30 dias já é possível  se antever a insuficiência de recursos em caixa para se fazer face às obrigações:

– Vão faltar R$ 20.000,00 no final do mês para pagar as contas…

Fazer o quê?

– Recorrer a empréstimo bancário; ou…

– Assumir a inadimplência?

E aí, como é que fica a viabilidade do negócio?

A sobrevivência de um negócio muitas vezes não tem relação com seu objeto social, seu produto ou a tecnologia necessária para implantá-lo.

Na realidade, na maioria das situações, a sobrevivência de um negócio está simplesmente relacionada à capacidade de seu gestor em admitir que suas receitas são incertas – mas suas despesas, inevitáveis…

Capital de giro, resumidamente, é isso:

– O dinheiro que efetivamente pode ser usado no dia a dia para se manter a continuidade de um negócio.

***

“Economia freqüentemente não tem relação com o total de dinheiro gasto, mas com a sabedoria usada ao gastá-lo.” (Henry Ford)

 

Comentários: