O QUE SIGNIFICA ORGANOGRAMA

Organograma:

– Uma representação gráfica da estrutura operacional de cargos, funções e tarefas de uma empresa, entidade, autarquia, ou qualquer outro tipo de organização.

Um exemplo do que seria essa representação gráfica demonstraria numa empresa:

– Quem é o presidente;

– Quem são os diretores (financeiro, administrativo, comercial, industrial, operacional…);

– Quem são os gerentes (subordinados a cada um dos diretores);

– Quem são os supervisores (subordinados a cada um dos gerentes);

– Quem são os executores (subordinados a cada um dos supervisores);

Segue abaixo um exemplo da representação gráfica de um organograma, onde damos ênfase apenas a alguns cargos, funções e tarefas:

De maneira sucinta, pode-se assumir que o objetivo de um organograma numa empresa é formalizar, de maneira clara (e daí a representação gráfica, usualmente de fácil assimilação por todos os seus colaboradores) os níveis hierárquicos (quem manda em quem), os níveis de responsabilidade (quem responde pelo que) e os níveis de atuação (quem faz o que) de cada um de seus profissionais.

Em teoria, um organograma não precisa, necessariamente, cobrir todos os cargos, funções e tarefas de uma empresa ou organização.

Pois a citação de determinados cargos, funções ou tarefas, se detalhados ao extremo, poderão torná-lo motivo de chacota. 

Mas sua efetividade estará sempre relacionada com o nível de formalização previamente estabelecido. 

Ou seja, para que um organograma seja efetivo, é extremamente necessária a experiência e exercício de autocrítica por parte de seu formulador para avaliação de seu desenho. 

Inclusive para determinar, de maneira clara e sucinta, os cargos, funções e tarefas nele considerados.

Cargo

Refere-se basicamente ao nível hierárquico de quem o exerce:

– Diretor;

– Gerente;

– Supervisor;

– Executor…

Função

Refere-se basicamente às áreas de atuação de quem o exerce:

– Contabilidade;

– Fiscal;

– Financeiro;

– Administrativo.

Tarefa

Representa o nível mais específico de detalhamento dentro de um organograma – pois é onde efetivamente é formalizada a responsabilidade de quem deve efetuar procedimentos – em geral, seu executor:

– Conciliação bancária;

– Contas a recebe;

– Controle de ativo fixo;

– Cálculo de impostos…

Há diversos tipos de organogramas:

– Organograma vertical;

– Organograma circular;

– Organograma funcional;

– Organograma matricial.

Podendo sempre serem adaptados às necessidades e circunstâncias específicas de qualquer empresa.

Pois o conceito de o que é e como se elabora um organograma é relativamente simples – mas não tão simples em teoria que não possa se tornar muito complicado na prática…

***

“Trabalho de gestão é ver a empresa não como ela é, mas como ela pode se tornar.” (John W. Teets)

 

Comentários: