O QUE SIGNIFICA PADRINHO

Padrinho:

– Quem tem pelo menos um, não morre pagão…

Não há nada que mais magoe um padrinho do que a falta de gratidão de seu afilhado… E há muita gente ingrata no mundo:

– Com a família;

– Com os parentes;

– Com os amigos;

– Com os vizinhos…

Mas principalmente no mundo dos negócios, onde muitos que se auto intitulam como sendo profissionais, que gostam de se vangloriar dos degraus que conseguiram subir ao longo de suas carreiras, sempre enfatizando terem chegado por seu próprio e exclusivo mérito.

Principalmente quando chegam ao topo de alguma empresa partindo dos degraus mais fundos.

Essas pessoas gostam de alardear aos quatro ventos:

– Cheguei aqui por minha conta! Por minha dedicação!! Por minha capacidade técnica! Trabalhando 16 horas por dia, todos os dias, de segunda a sábado, fizesse chuva ou fizesse sol…

Só que essas pessoas não levam em consideração a máxima inerente a qualquer ambiente corporativo:

– Não é você que se promove – alguém é que promove você…

Afinal, em qualquer empresa, ou entidade, tudo acontece em função da avaliação de um superior.

Nada é feito sem a anuência de quem responde pelo resultado final de uma determinada tarefa, atividade ou área.

Alguém sempre tem de dar o aval.

Que é a aprovação do desempenho de um determinado profissional.

Não importa o que esse profissional faça – se ele não tiver a aprovação de quem o supervisiona, não haverá qualquer eco em seu desempenho.

Esse superior pode ser:

– Um supervisor…

– Um gerente… 

– Um diretor… 

– O próprio presidente… 

– E até, depois de uma indicação, o acionista majoritário… 

Mas tem de ser de alguém que, de uma maneira ou de outra, assumiu a condição de mentor, de padrinho…

Não importa se consciente ou inconscientemente.

Desde sempre no papel de padrinho…

Mas, infelizmente, muita gente que está ao seu redor, acredita que tudo o que ele alcançou deve-se apenas e unicamente à sua capacidade…

E essas pessoas que acreditam nisso o fazem por diversos motivos.

Invariavelmente, motivos relacionados à sua condição psicológica:

– Baixa autoestima;

– Baixa autocrítica;

– Baixa motivação;

– Baixa comunicação;

– Baixa reflexão…

E essas pessoas, ingênuas, acreditam que alguém pode galgar degraus numa entidade, ou empresa, sem ter um padrinho…

Vão morrer pagãs.

Sem subir um só degrau, não só na empresa, mas também na vida.

Pois só quem tem padrinho não morre pagão.

Não existem pessoas que tenham alcançado sucesso em sua vidas sem que em algum momento tenham tido algum padrinho; existem apenas pessoas ingratas…

***

“Precisamos de muito pouca coisa – só uns dos outros…” (Carlito Maia).