O MUNDO JÁ EXISTIA ANTES DE VOCÊ NASCER

O mundo enaltece a iniciativa individual de se alcançar o sucesso.

Mas o mundo também dita como imprescindível para se alcançar o sucesso a capacidade de se reinventar, quer seja no trabalho, no emprego ou nos negócios.

Uma das coisas mais chatas nos dias que se seguem é ter de conviver nas relações empresariais (as chamadas “relações corporativas”) com situações criadas por pessoas que, por alguma razão ainda não plenamente identificada pela ciência, não se deram conta ainda da seguinte máxima:

– O mundo já existia antes de você nascer.

Tenha plena consciência que, para algumas pessoas, essa frase poderá representar um desconserto.

Afinal, se o mundo já existia antes delas nascerem isso significa que muitas das táticas que essas pessoas eventualmente usem em seu dia a dia para, digamos, “escamotear” o verdadeiro sentido de uma situação pode significar que elas não sejam capazes de convencer as já experientes na vida.

Principalmente (para desespero dessas mesmas pessoas…) as quem elas estariam tentando justamente “escamotear”.

E é exatamente isso o que ocorre!

E é exatamente isso que torna isso tão chato:

– A pretensão de se achar capaz de “enrolar” aqueles que já enrolaram meio mundo…

***

O supervisor já chegou perguntando:

– Tudo bem com você? O que aconteceu ontem?

– Puxa… Faleceu minha avó!

– Meus pêsames.

– Ah…

– Por que você não me avisou? Eu teria ido ao velório.

– Ahn… Não houve velório… Foi de repente…

– Teria ido ao sepultamento.

– Ahnnn… Não houve…

– Não? Ela foi cremada?

– Ahnnnn… Isso… Ela foi cremada…

– E do que ela morreu?

– Ahn… Alzheimer… Isso… Alzheimer…

– É, deve ter sido muito doloroso para sua mãe.

– Ahn… É… Foi…

– Perder assim a sogra.

– Ahn… É… A sogr… Sogra…?!?

– Não foi a mãe de seu pai que morreu?

– Não…

– Quem foi?

– Foi a mãe de minha mãe…

– E a mãe de seu pai?

– A mãe de meu pai morreu 1 mês atrás…

– É a  mesma que morreu há 3 meses?

– …

– Olhe, não esquente…

– …

– Você é competente no que faz e é isso que interessa – mais um dia de suas muitas ausências no trabalho não vai interferir tanto em sua avaliação.

– …

– Estou te dizendo; pode ficar tranqüilo.

– …

– Só tem um detalhe: já na terceira “avó” que você “mata”, você se eu mal. Isso significa que sua ascensão na empresa pode ficar comprometida.

– …

– E esse é um dos mais importantes quesitos na avaliação corporativa!

– Ahn… “Avaliação corporativa”…?!?

– Sim, avaliação corporativa. Eu, por exemplo, só fui pego na terceira avó.

– …

– Mas só cheguei a supervisor…

– Peraí! Dá um tempo! “Terceira avó”…?!? Mas uma pessoa só pode ter duas avós – a mãe da mãe e a mãe do pai…?!?

– Por isso eu só cheguei a supervisor – bom mesmo foi o Otávio…

– … Otávio… Que Otávio…?!?

– Aquele que “matou” 8 avós.

– …

– Maternas – fora as paternas.

– Pombas! Quem é esse tal de Otávio…?!?

– Está vendo?

– Vendo… Vendo o quê…?

– É por isso que você não vai longe.

– Não enrola mais… Afinal, quem é esse Otávio, de 8 avós… Maternas?!?

– Doutor José Otávio Pinto Rosa.

– !

– Sim, ele mesmo.

– !!

– O presidente da empresa.

– …

***

“Jamais diga uma mentira que não possa provar.” (Millôr Fernandes)

 

Categorias@

Comentários: