MÉRITO

Mérito: reconhecer o merecimento pelo resultado alcançado, independentemente da autoavaliação sobre o esforço, a dedicação e o desempenho, ainda que o resultado não tenha sido o desejado!

Pois mérito tem a ver com uma condição absolutamente pessoal e intransferível:

– A satisfação pessoal de saber que se fez o que tinha de ser feito!

Quando alguém se dedica verdadeiramente a uma tarefa, não espera que em algum momento essa sua dedicação seja considerada como digna de mérito.

Esse alguém o faz simplesmente porque acredita na importância daquilo que se propôs a fazer, independentemente do reconhecimento de quem quer que seja – a não ser de si mesma.

Qualquer pessoa que faça o pensa que tem de ser feito já terá alcançado uma condecoração por mérito… Em seu próprio coração.

E isso será muito importante do ponto de vista de realização pessoal, pois isso a fortalecerá em quaisquer outras empreitadas que requeiram uma condição similar de dedicação.

Mas isso será sempre um mérito pessoal.

Independentemente daquilo que a pessoa pense sobre si mesma, após ter atingido um objetivo que ela considerava impossível.

Pois o mérito efetivo não vem daquilo que uma pessoa pensa sobre si mesma; mérito vem do reconhecimento de quem convive, ou tem contato, com essa pessoa.

Não importa o que você pense sobre si mesmo – seu mérito será sempre o resultado da avaliação de… Outras pessoas!

Mas dá para ter uma noção muito próxima da realidade que cerca o rumo de sua vida pessoal, e profissional, se você não se ater minimamente a uma avaliação relativamente simples sobre seu modo de ver as coisas – que é o que efetivamente você acaba transmitindo para as outras pessoas.

Deixando de lado a parte técnica de qualquer atividade (pois esta, em maior ou menor grau, terá sempre como base uma mínima avaliação objetiva baseada em resultados), todos nós, de uma maneira ou de outra, somos avaliados por nossos pares segundo determinadas “coisas”, notoriamente subjetivas.

Fundamentalmente, tratam-se de cinco coisas.

E, dependendo de seu empenho nessas coisas, seu mérito será mais, ou menos, valorizado.

Gostaria de ver reconhecido seu mérito?

Que tal seguir um roteiro?

Três coisas que devem ser controladas por você em você:

– O pensamento;

– O comportamento;

– A língua…

Três coisas que devem ser apreciadas por você nos outros:

– A cordialidade;

– A bondade;

– O bom humor…

Três coisas que devem ser imitadas pelos outros em você:

– Seu trabalho;

– Sua atitude;

– Sua lealdade…

Três coisas que devem ser cultivadas por você com todos:

– A verdade;

– A criatividade;

– A resiliência…

Três coisas que devem ser defendidas por todos:

– A honra;

– A família;

– Os amigos…

Não importa onde se queira chegar, todo desempenho sempre trará um resultado: mas só há mérito quando se reconhece o merecimento do resultado alcançado.

***

“Neste mundo, afinal de contas, cada pessoa tem o que merece; mas só as que têm êxito reconhecem isso.” (Georges Simenon)