HAVE YOU EVER SEEN THE RAIN

Você já viu chuva caindo num dia ensolarado?

Claro que sim.

E justamente por já ter visto, jamais se esqueça:

– Depois da tempestade sempre vem a bonança…

Ditado clássico da cultura popular, essa é uma das frases mais emblemáticas em termos de busca de condicionamento mental das pessoas.

Primeiro, por ser comumente usada como uma espécie de consolo que estaria indicando uma compensação futura pelo sentimento de penúria enfrentado pelas pessoas durante suas tempestades:

– Aqueles períodos em que não importa o que elas façam, nada dá certo em suas vidas…

Segundo, por levar em conta um tipo de raciocínio que poderia simploriamente ser definido como anticartesiano, onde não há quaisquer dúvidas:

– Um dia tem sol; outro dia tem chuva…

Só que durante a vida sempre nos defrontamos com dias:

– De sol;

– De chuva;

– Nublados;

– Quentes;

– Frios…

Invariavelmente, e na maioria das vezes inconscientemente, as pessoas são levadas a verem tudo que as cerca de maneira sistemática – quer seja em termos de sentimento ou de raciocínio.

E daí, o que sobra? Simplesmente um monte de decepções, desilusões e desenganos – afinal, acreditar simplesmente que depois da tempestade SEMPRE vem a bonança seria como acreditar que um dia alguém acorda estátua… E no dia seguinte acorda pombo!

Quando na verdade ninguém acorda nem estátua, muito menos pombo!

Acorde, ser humano!

E com ser humano vai ter de enfrentar todos os percalços inerentes à sua condição, que implica em inevitavelmente ser acometido por estados de espírito que podem apresentá-lo como sendo:

– Iludível;

– Convencível;

– Falível;

– Conceptível;

– Irascível;

– Concessível;

– Convulsível;

Acessível;

– Apreensível;

– Aprazível;

– Mortal…

Enfim, humano!

Quer saber?

Procure esquecer esse monte de abobrinhas mentais condicionadas pelo pensamento de que, inevitavelmente:

– Depois da tempestade vem a bonança…

Durante a vida sempre haverá dias de sol.

Como também dias de chuva.

Só que também haverá dias de chuva e sol…

Ou seja, na vida nada é absoluto:

– Ou você nunca viu chuva num dia de sol?

Quando temos a sensação de que tudo está dando errado.

Mas nem sempre é isso que está acontecendo:

Eu quero saber… Você já viu a chuva?

Caindo em um dia ensolarado?

Enfim, o que é a vida?

– Dias ensolarados em que pode cair uma chuva, assim como dias chuvosos em que pode se abrir o sol…!

Afinal…

Have you ever you seen the rain?

 

***

“Quando escuto alguém suspirar: ‘A vida é dura…’, eu sempre fico tentado a perguntar: ‘Comparada com o quê?’.” (Sydney J. Harris)