O PODEROSO CHEFÃO

Quem nunca sonhou na vida em ser chefe?

Independentemente de ser considerada a obra-prima de Francis Ford Coppola, “O Poderoso Chefão” representa o que de mais profundo poderia ser realizado pelo cinema, até então, para expor a realidade de como funciona uma organização.

Uma autêntica aula de gestão corporativa!

Não se trata aqui de se discutir o “objeto social” da organização em referência (já que o filme retrata o funcionamento de uma organização mafiosa e, portanto, ilegal sob todos os aspectos). 

Mas sim de se chamar à atenção quanto ao seu fluxo operacional – de como as organizações conseguem atingir seus objetivos. 

Vito Corleone (magistralmente interpretado por Marlon Brando), representaria, numa linguagem corporativa moderna, o “CEO” – ou seja, a última palavra na organização, numa posição equivalente a de presidente de uma empresa contemporânea. 

O “chefe”!

Aliás, um poderoso chefão:

1. Possui fala mansa.

2. Sempre respeitoso com quem quer que seja.

3. Não se irrita.

4. Não se inflama.

5. Pondera.

6. Analisa – criticamente.

7. Recorre a assessores (principalmente a seu contador, que é quem ele mais ouve).

8. Ele nunca grita.

9. Ele sempre orienta e explica onde quer chegar.

10. Ele é humano.

11. Sincero.

12. Sensível,

13. Mas duro com quem não cumpre suas metas.

14. Nunca deixa os problemas do dia a dia nos negócios influenciarem sua conduta familiar.

15. E muito menos que os problemas familiares interfiram em suas decisões sobre seus negócios (nem quando seu filho é metralhado em um pedágio).

16. Ele é sempre sereno.

17. Discreto, e ao mesmo tempo,

18. Firme.

19. Transparente.

20. Confiável: todos seus colaboradores não possuem qualquer resquício de dúvida quanto a sua capacidade de administração de seus destinos, pois acreditam que estão em boas mãos. E por isso devotam a ele todos seus esforços na execução das tarefas que lhes são delegadas.

Pois, quando o chefe pede…

Quer ser um bom administrador, ou um líder? 

Poderoso – um “chefão”?

Se ainda não assistiu ao filme, assista.

Se já assistiu, assista de novo – considerando essa sugestão de um novo parâmetro, ângulo ou olhar.

Uma verdadeira aula corporativa sobre gestão, liderança e motivação, principalmente ao exercer todo seu poder de decisão, sempre cultuando uma suposta humildade, que é o que realmente faz de alguém um autêntico chefe...

***

 

Comentários: