CUSTO OU DESPESA?

Qual a diferença entre custo e despesa?

Custo e despesa andam juntas: tão juntas que muitas vezes se confundem.

Despesa representa um gasto que, à priori, não possui relação direta com qualquer receita auferida; exemplo:

– Despesa com aluguel – trata-se de um valor fixo, cujo pagamento se dá independentemente de quaisquer eventos relacionados ao desempenho operacional de uma empresa, ou entidade.

Ou seja, uma empresa, ou entidade, vendendo ou não vendendo, vai ter de assumir o pagamento desse gasto; outros exemplos:

– Despesa com água;

– Despesa com luz, ou energia elétrica;

– Despesa com telefone…

Tratam-se de gastos usuais incorridos por qualquer empresa, que não podem, na maioria das vezes, serem definidos como sendo diretamente relacionados à obtenção de uma receita específica.

Bem, como dito acima, na maioria das vezes.

E quando um gasto puder ser relacionado diretamente a uma receita auferida?

É exatamente aí que surge a figura do custo.

Custos representam gastos que possuem uma relação direta com uma receita auferida; por exemplo:

– Produção ou compra de mercadorias (custo dos produtos ou mercadorias vendidos) – trata-se de um gasto relacionado ao esforço em obter uma receita; afinal, é impossível, para qualquer empresa vender o que não produziu ou adquiriu.

Custo tem a ver com a possibilidade de se estabelecer de forma objetiva o momento em que o respectivo gasto trará receita.

Já uma despesa não possui essa condição – despesa é um gasto sem perspectiva direta de obtenção de receita.

Custo também é um gasto – só que um gasto com expectativa direta de obtenção de receita.

Na prática, fica a regra básica para a diferença entre custo e despesa:

– Um custo não é uma despesa no momento de sua incorrência, mas será inevitavelmente uma despesa no futuro, quando ocorrer o fator básico relacionado ao gasto;

– Uma despesa já é uma despesa, no momento de sua incorrência, pois não há relação direta entre o gasto e uma relativa segurança de obtenção de receita no futuro.

A diferença entre custo e despesa?

Custo e despesa representam simplesmente fases de um gasto: se um gasto pode ser correlacionado diretamente a uma receita, ele é tratado como custo ativado e um dia ele virará despesa, quando realizada a receita a que esteja correlacionado; mas…

Se um gasto é tratado como despesa, por não haver como ser correlacionado diretamente a uma receita futura, isso significa que ele nunca virará custo – afinal, isso significa simplesmente que ele já deu o que tinha para dar…

***

“Coisas que não custam nada são as mais caras: elas nos custam o esforço de entender porque são de graça.” (Cesare Pavese)