VITÓRIA

Sucesso: vitórias, mãos, pessoas e batatas…

Em teoria, quem é que precisaria de um guia orientando sobre “como conviver com as vitórias”?

As pessoas precisariam sim é de um guia orientando sobre como “como conviver com as derrotas”.

Certo?

Certo nada…

Errado.

Muito errado!

Conviver com as derrotas sempre será mais fácil do que conviver com as vitórias.

Pois quem só tem derrotas em seu dia a dia da vida sempre encontrará solidariedade.

Afinal, há aproximadamente algo em torno de 7.000.000.000 de pessoas no mundo aptas a, de alguma maneira, prestarem sua solidariedade a quem tem de conviver com algum tipo de derrota: 

1. Pela falta de pão na mesa;

2. Pela falta de amor do parceiro;

3. Pela falta de respeito do chefe;

4. Pela falta de reconhecimento do amigo;

5. Pela falta de sentido na vida…

A grande maioria das pessoas no mundo está acostumada a conviver com as derrotas.

Mas…

(Mais uma vez, que raio: sempre tem um “mas” na vida…)

A grande maioria das pessoas não está acostumada a conviver com vitórias.

E quando uma dentre essas tantas pessoas atinge a condição de conviver com vitórias, na maioria das vezes, o que ocorre?

Como diz aquele ditado:

– Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza…

Acaba se perdendo por conta de não haver se preparado para, eventualmente, atingir essa condição.

A condição de vencedor!

E o que significa ser vencedor?

Significa conviver com vitórias.

Isso é perigoso? Muito.

Onde?

Com a família…

Com os amigos…

Na escola…

No trabalho…

Na vida…

Pois, quando vencem, muitas pessoas perdem a necessária percepção da realidade.

E essas pessoas acabam por correr o risco iminente de naufragar “no mar da sociedade”…

Por não terem se preparado minimamente quanto ao que fariam quando atingissem o ápice de sua atividade.

E o que significa se preparar para saber conviver com as vitórias?

Significa simplesmente assumir, de maneira clara e objetiva que, na vida:

1. Nada de inimigos – apenas adversários…

2. Nada de arrogância – apenas confiança…

3. Nada de luxúria – apenas bem estar…

4. Nada vingança – apenas justiça…

5. Nada de ócio – apenas estudo…

Muitas pessoas acabam por sucumbir em sua vida, ou mesmo em sua atividade profissional, por menosprezarem esses preceitos básicos de convivência humana.

E o que ocorre quando uma pessoa se esquece dos preceitos básicos da convivência humana?

Corre o sério risco de fisicamente voltar – para de onde mentalmente nunca saiu.

Pois é nas vitórias que se conhece o verdadeiro caráter das pessoas.

Portanto, prepare-se já de antemão como vai passar a agir quando estiver na condição de vencedor!

Não perca seu tempo procurando saber se pegar batatas fritas com a mão é brega, ou se pegar com palito é chique.

Desde que você só devore as batatas…

***

“O mais importante ingrediente na fórmula do sucesso é saber como lidar com as pessoas.” (Theodore Roosevelt)

 

Comentários: