CÓDIGO FONÉTICO INTERNACIONAL

– Para que serve isso?

Um código serve para facilitar a comunicação entre pessoas que fazem parte de um mesmo grupo de interesses e atuação, de maneira a assegurar o entendimento e cumprimento de suas tarefas, independentemente de outras pessoas que possam ou não ter algum interesse no conteúdo desse conteúdo (se você já viu algo parecido com o que ocorre em filmes de Hollywood, é por aí).

Veja bem: comunicação não significa alguém falar e outro alguém ouvir. Comunicação representa um processo muito mais complexo:

– Decodificar uma mensagem, de maneira a ser suficientemente inteligível entre seus interlocutores, a ponto de gerar comprometimento entre si e, consequentemente, uma ação, ou ações, que contribuam para o atingimento de um objetivo.

Falar qualquer coisa para surdos é fácil – mas isso não gera necessariamente uma ação, nem tampouco reação…

Consequentemente, não existe aí comunicação.

Quero ver falar qualquer coisa para cegos…

O código fonético internacional justamente se propõe a fazer com que as pessoas possam se fazer entender, independentemente de qual seja sua língua mãe, em qualquer lugar do mundo, quando interagindo no dia a dia de suas atividades.

Como soletrar uma palavra, de forma inteligível a um ouvinte, sem correr o risco de ser mal interpretado pelos inevitáveis ruídos da comunicação?

Na era do “telefone esperto” (ou, se preferir, smartphone…), está cada vez mais difícil interagir com pessoas do outro lado da linha – nem sempre tão espertas…

Muito antes destes nossos dias, motivados pela simples necessidade de assegurar o mais alto grau de segurança aérea possível (com grande contribuição da área militar, por motivos óbvios…), foi desenvolvido pelos profissionais envolvidos na condução de aeronaves e administração de rotas aéreas um sistema para que ao se soletrar uma palavra, o ouvinte tivesse plena consciência da mensagem que recebia:

– O Código Fonético Internacional

No Código Fonético Internacional, em vez de quem fala dizer o nome da letra a pessoa diz uma palavra que, quem a ouve, identifica claramente a primeira letra e, ao fim e ao cabo, monta a palavra.

Por exemplo, se ao soletrar uma palavra quem estiver falando disser: “romeo, oscar, mike, alfa”, o ouvinte saberá que ele disse “roma”.

Simples, não?

Por isso, segue-se abaixo aquilo que todas as pessoas deveriam saber de cor, principalmente os operadores de telemarketing – só que, por uma disfunção crônica de educação no Brasil, a maioria das pessoas nem sequer sabe que isso existe…

***

A Alfa
B Bravo
C Charlie
D Delta
E Echo
F Foxtrot
G Golf
H Hotel
I India
J Juliet
K Kilo
L Lima
M Mike
N November
O Oscar
P Papa
Q Quebec
R Romeo
S Sierra
T Tango
U Uniform
V Victor
W Whiskey
X X ray
Y Yankee
Z Zulu

***

A utilidade do código fonético internacional é clara:

– Viabilizar de forma efetiva o processo de comunicação entre as pessoas

Comunicação significa um processo de interação social que não se limita a simplesmente uma pessoa falar e emitir uma mensagem – é importante (aliás, imprescindível!) que quem a ouça a tenha compreendido o significado o real teor dessa mensagem.

E por que isso é tão importante no significado do dia a dia das pessoas?

***

“Quem não se comunica, se trumbica.” (Chacrinha)