AS OUTRAS PESSOAS SÃO COMO VOCÊ

O que fazem as outras pessoas por mim?

O quanto elas se importam comigo?

De como eu me sinto!

De como estou vivendo!

Afinal, que iniciativa posso esperar de as outras pessoas para me tirar desse meu marasmo na vida?

Não tenha dúvidas.

Espere das outras pessoas o mesmo que elas esperam de você.

Porque, basicamente, todas elas estão à procura das mesmas coisas na vida:

– Amor;

– Felicidade;

– Compreensão;

– Consideração;

– Reconhecimento;

– Riqueza;

– Sucesso;

– Distinção;

– Privilégio;

– Veneração…

E por que todo mundo procura sempre as mesmas coisas?

Porque todo mundo é igual – a todo o mundo!

Só que essa história de todo mundo ser igual a todo mundo, procurando todos sempre a mesma coisa, gera um problema – um enorme problema.

Um problema sério – e tão sério que chega a ser quase risível imaginar que seja possível atender a todos:

– Como garantir amor, felicidade, compreensão, consideração, reconhecimento, riqueza, sucesso, distinção, privilégio, veneração… Indistintamente… Para todo mundo?

Por uma dessas muitas mal fadadas leis da física, isso se torna praticamente impossível!

Ou quase – pois não há como acomodar tanta expectativa de tantas pessoas numa única existência.

Afinal, o que temos no mundo?

Mais de 7.000.000.000 de:

– Pessoas…

– Expectativas…

– Objetivos…

Nem sempre compatíveis com os objetivos de as outras pessoas.

E nós seremos sempre “os outros”, dos “outros”, procurando as mesmas coisas – e às vezes, outras mais…

Quem é que faz assumida e intencionalmente alguma coisa para contribuir com realização das expectativas de outras pessoas? 

Na propalada era da modernidade tão cultuada no mundo atual, muitos valores se perderam – família, hierarquia, emoção, e tantos outros mais.

Mas o principal foi o da sensibilidade.

E não me refiro à sensibilidade intelectual – aquela que propicia o reconhecimento e a avaliação de uma atividade ou obra.

Refiro-me à sensibilidade humana – que é aquela que quando manifesta distingue HOMENS não de animais, mas de…

Pedras.

Quais para essas outras pessoas seria o modelo ideal:

– Madre Tereza de Calcutá; ou,

– Irmã Dulce?

É por alguma delas que você está procurando em seu dia a dia?

Se for, então, ficamos assim:

– Egoísta é toda pessoa mais interessada nela mesma do que em mim.

Portanto, se lhe parecer ser muito difícil assumir uma postura de plena honestidade com as outras pessoas, que seja no mínimo honesto consigo mesmo:

– Não espere que as outras pessoas façam por você o que você não faria por elas…

***

“As pessoas não estão contra você – estão apenas a favor delas.” (Gene Fowler)

 

Comentários: