AMOR VERDADEIRO

Amor verdadeiro é fácil de encontrar!

É só saber onde procurar:

– Vai um par de meias aí?

E talvez justamente por isso foi acrescentado ao substantivo “amor” o adjetivo “verdadeiro”:

– Amor verdadeiro…

Amor verdadeiro?

Existe amor falso?

Afinal, de um jeito ou de outro, amor deveria ser simplesmente… Amor!

Não deveria ter nada a ver com um outdoor perfilado ao longo de uma estrada…

A idéia de que exista amor verdadeiro só tem sentido se consideramos a possibilidade de existir um amor que seja falso – só que se considerarmos a possibilidade de existir um amor falso, estaremos considerando a impossível hipótese de alguém subir para baixo… Ou descer para cima…

E todos sabemos que existe não nem uma coisa nem outra – mas simplesmente uma certa dificuldade das pessoas em usar seus sentidos básicos enquanto ser humano – os cinco sentidos:

– Visão, audição, fala, tato, olfato.

E procurar obter do uso de cada um deles as informações necessárias para poder avaliar o que ocorre ao seu redor, não só no que se refere em sua busca por um “amor verdadeiro”, que é o sonho de qualquer pessoa, mas efetivamente encontrar o sentido da vida – e não ter de limitar suas expectativas a obter um simples…

Par de meias…

Pois nada será mais inevitável em nossa vida do que escutarmos só o que quisermos ouvir.

Noite alta…

Silêncio absoluto…

Ela, pensativa…

Reflexiva…

Intimista…

Até que enfim (ENFIM!!!), ela se manifesta:

– Ai, querido… Você me acha… Bonita?

– Uhum…

– Você me acha… Meiga?

– Uhum…

– Você me acha… Sexy?

– Uhum…

– Ai, bem… Você me ama?

– Uhum…

– Do fundo de seu coração?

– Uhum…

– Você me considera… A pessoa mais importante de sua vida?

– Uhum…

– Você faria qualquer coisa para me ver feliz?

– Uhum…

– Você seria capaz de abrir mão de seus sonhos para realizar… Meus sonhos?

– Uhum…

– Ai, querido…

– …

– Meu amor…

– …

– Meu amor verdadeiro…

– …

– Você me diz coisas tão lindas…

– Uhum…

– …?

– Aham…

“O que você chama de amor foi inventado por caras como eu, para vender meias…”

Quem disse isso?

Um anti HERÓI

***

“Felicidade é alguém para amar, algo para fazer e algo para aspirar.” (Joseph Addison)