A FÓRMULA DA PACIÊNCIA

Paciência não é um dom: é o resultado de um processo diário de aprimoramento pessoal.

Imaginar que alguém nasceu com uma capacidade de paciência superior aos demais por conta de uma dádiva divina é, no mínimo, uma manifestação tácita de… Ansiedade!

E paciência é uma virtude, dentre tantas outras…

Só que nem sempre é considerada como tal; por conta do quê?

Por conta do sentimento de ansiedade que habita a cabeça da maioria das pessoas.

E não há empecilho mais forte no processo de aprimoramento pessoal de qualquer ser humano do que entender que, todos…

Demoramos nove meses para nascer!

(Aos prematuros: estou me referindo às situações que dependem de nosso controle…)

E, se assim o fizemos (claro que obrigados pela força das circunstâncias… Ou seria da placenta…?!?), o que isso significa?

Que quem não tem paciência não tem mérito nenhum em ter nascido…

Deveria, isto sim, agradecer à sua mãe!

Pois ela com certeza (qual seria a alternativa…?) teve paciência…

Mas há inúmeras outras situações do dia a dia em que a paciência também é importante – como por exemplo:

– Por que será que a fila ao lado sempre anda mais rápida?

– Por que será que quando estamos com pressa no restaurante o garçom nunca olha para a mesa da gente?

– Por que será que as coisas levam mais tempo do que se pensa para serem feitas?

– Por que será que, justamente quando se começa a fazer algo absolutamente importante, surge algo absolutamente urgente?

– Por que será que sempre que alguém quer esgotar um assunto, esgota quem está ouvindo?

Não há qualquer revelação messiânica na resposta a essas questões (mantenha sob controle sua ansiedade…); há somente a constatação de que, saber conviver com essas questões, é saber conviver com a vida:

– Seus imprevistos…

– Seus infortúnios…

– Sua imprevisibilidade…

Saber que não há como se ter controle sobre elas -e estar consciente que há que se aprender a esperar (manter sob controle sua ansiedade…); pois o que vale a pena possuir, vale a pena esperar.

E paciência é exatamente isso: saber esperar – e, na maioria das vezes, vencer é saber esperar.

Paciência é a mais heróica das virtudes justamente por não possuir nenhuma aparência de heroísmo -simplesmente uma virtude a ser cultuada como hábito, dia após dia…

***

“Milhões de pessoas que desejam ardentemente a imortalidade não sabem como passar uma tarde chuvosa de domingo.” (Susan Ertz)

Comentários: