EQUAÇÃO EMPRESARIAL DA CONSULTORIA

O que significa consultoria:

– O que você quer que eu faça?

Quando for discutir uma proposta para um serviço de consultoria, procure considerar a seguinte equação:

– Disponibilidade de horas do dia do empresário para resolver problemas (-) necessidade de horas do dia do empresário para resolver problemas (=) necessidade de consultor

Temos então de forma resumida a equação básica da atividade de consultoria:

– O resultado da fórmula é negativo? Então esse empresário precisa de consultoria.

Pois quanto maior for o resultado negativo, tanto maior será a necessidade de um consultor – afinal, a “necessidade de horas do dia do empresário para resolver problemas” podem ser as mesmas não só para qualquer empresário, mas para qualquer cidadão sobre a face da Terra. O “segredo” da equação está na seguinte variável:

– Disponibilidade de horas do dia do empresário para resolver problemas.

Na equação, quanto maior for resultado negativo, maior será sua necessidade de apoio de outras pessoas, pois não há quem seja capaz de dominar o conhecimento de todas as áreas técnicas necessárias à condução de seus negócios, qualquer que seja ele – e todo empresário de sucesso sabe disso.

Ele próprio, por mais que domine a operacionalidade de sua atividade fim, tem consciência plena de suas limitações quanto às atividades acessórias; por exemplo (e só como exemplo) se ele for um empresário do ramo varejista, ele pode entender muito da atividade principal desse negócio.

Mas pouco das atividades acessórias imprescindíveis a esse negócio; aliás, pode não fazer a mínima idéia sobre essas atividades acessórias, tais como elaborar uma folha de pagamentos, um fluxo de caixa, um sistema de monitoramento administrativo-financeiro.

E por que então ele buscaria consultoria, sabedor dessa incapacidade humana em poder acumular todo o conhecimento em todas as áreas, já que cá entre nós, nem Einstein o tinha em sua área?

Porque ele não tem tempo. E por conta disso o que ele espera? Ação!

Pois como empresário, ele já possui o espírito da proatividade, da AÇÃO! 

Quando ele contrata um consultor, ele o faz na expectativa de encontrar alguém que resolva o problema dele, não alguém que venha simplesmente para lhe dizer o que ele poderia fazer; se ele tivesse tempo, seu espírito empreendedor o faria buscar as respostas para suas perguntas, mas ele invariavelmente não tem tempo, pois ele tem de cuidar do “core business” do negócio, que é o que garante sua sobrevivência e a do próprio negório – e é por isso que procura alguém que faça isso por ele, e por isso ele o paga.

Pensar como empresário nada mais significa do que fazer o que ele faria se tivesse tempo suficiente para buscar a resposta sobre um problema para o qual ele procura uma solução; nestes termos, o que seria mais sedutor a um empresário?

Uma resposta que expressasse a essência do pensamento empresarial a qualquer pergunta para a qual ainda não saiba a resposta:

– Não sei; mas farei o que você faria se tivesse tempo para se dedicar ao assunto: resolvê-lo!

É isso, e simplesmente isso, o que um empresário espera de um serviço de consultoria.

***

“Qualidade significa fazer certo quando ninguém está olhando.” (Henry Ford)

 

Comentários: