10 MARCAS QUE PODEM DESAPARECER EM 2013

Marcas sempre podem desaparecer, a qualquer tempo.

Qualquer pessoa normal possui diversas marcas em seu corpo – como resultado de tudo o que vivenciou.

E, na média, muito mais que 10 marcas…

Afinal, o que são marcas?

Marcas representam o que de mais marcante foi criado pela sociedade ao longo da existência humana.

Marcas representam um conceito:

– De idéias;

– De princípios;

– De experiências;

– De objetivos;

– De resultados…

Todos somos uma marca, construída ao longo de nossa carreira – consciente ou inconscientemente.

Porém, não confunda marca com rótulo.

Pois todos nós sempre fomos “marcados” por rótulos:

– Lento…

– Superficial…

– Gordo…

– Astronauta…

– Cego…

– Surdo…

– Mudo…

– Passivo…

– Racista…

– Sexista…

– Homofóbico…

– Careca…

– Filósofo…

Marcas representam a idéia de tudo o que cerca o entorno de uma pessoa, de uma empresa, ou de qualquer sociedade.

Rótulos representam uma percepção espontânea por parte de quem as elabora, e que necessariamente não possuem algum tipo de profundidade analítica.

E é por isso as marcas são tão minuciosamente estudadas, desde seu layout, até sua extinção – diferentemene dos rótulos.

Marcas são antes de tudo a pré-definição sobre o que se pode esperar de quem as ostenta.

Mas não só de pessoas…

Mas principalmente de empresas…

Profundamente estudas por profissionais altamente especializados…

Alguns meio loucos… Mas altamente especializados!

Que se dedicam arduamente a concebê-las…

Pois empresas são como pessoas:

– Nascem;

– Crescem;

– Reproduzem; e,

– Morrem…

E muitas empresas, infelizmente, ainda não se deram conta disso…

A “Exame.com” publicou uma LISTA de 10 marcas que poderiam desaparecer em 2013 – independentemente de qual fosse essa marca.

Segundo a mesma matéria, isso seria uma decorrência de:

(i) problemas financeiros;

(ii) crises de imagem perante o público consumidor;

(iii) decisões gerenciais relacionadas a aquisições de outras empresas ou negócios

O desaparecimento de qualquer uma dessas marcas, bem como de quaisquer outras não citadas na matéria, seria sempre a clássica e inevitável “sentença de morte” a que todas as empresas estarão sujeitas quando atingirem seu limite de insustentabilidade:

– Prejuízos recorrentes ou em perspectiva…

1. Hotmail

2. US Airways

3. Avon

4. Herbalife

5. Research in Motion – Blackberry

6. Lotus

7. Hostess

8. JCPenney

9. Martha Stewart

10. Metro PCS

Todos nós possuímos marcas como decorrência de nossas experiências na vida – em nosso corpo, em nossa mente, em nosso espírito.

Algumas apenas superficiais, que nada mais representam do que rótulos.

Outras muito profundas – e essas sim representam marcas.

Ficar remoendo sobre como gostaríamos de ser reconhecidos pelos outros (marca) sem nos darmos conta do que fazemos (rótulo) é como alguém se dedicar corriqueiramente a tentar vender sorvetes para esquimós, só porque esse alguém gosta de fazer sorvetes.

Afinal, você vai se dedicar a construir uma marca (sua marca!), ou vai perder tempo com rótulos?

***

“Para ter sucesso, nós devemos fabricar o que vendemos e não vender o que fabricamos.” (Roberto Goizueta)